Como a escrita pode nos ajudar durante a pandemia

Ninguém esperava que este ano fosse assim, não é mesmo? Pandemia, isolamento, brigas entre quem acredita na ciência e quem desconfia que tudo não passa de uma conspiração. Eu não sei você, mas ultimamente sinto que tudo tem sido mais difícil de realizar, desde as tarefas mais básicas até as mais complexas. O cansaço toma…

Ler mais

Perdi o emprego durante a pandemia. E agora?

Provavelmente esse é um questionamento, ou uma angústia, de milhares, ou milhões, de pessoas no mundo todo. Em plena pandemia de Covid-19, muitos trabalhadores estão sendo desligados de seus postos de trabalho porque seus empregadores não têm dinheiro para pagar seus salários (ou porque são oportunistas mesmo). A “crise do coronavírus” já mostra que o…

Ler mais

O lado bom

** Não há lado bom em uma pandemia. ** Tenho escutado todos os dias que esse período de horror que vivemos pode ter algo de positivo: uma lição para a humanidade, uma oportunidade de autoconhecimento e aprendizado, um sopro de esperança pela cooperação e união entre as nações. Eu mesma fui ludibriada por essa positividade…

Ler mais

Absurdos

A todo momento, em todas as notícias, nas redes sociais, só vejo absurdos. Tento não julgar, ser menos crítica, mais aberta ao outro. Não consigo. Quando o outro é a intolerância personificada, como há de prevalecer o diálogo? Vejo pessoas queridas tomando posições contrárias ao que pregam, sendo convencidas por fake news e argumentos rasos,…

Ler mais

Tudo é indagação

Noite. Hora de silêncios. Menos aqui dentro, onde tudo é indagação. Queria saber o que pensam aquelas pessoas vestidas de verde e amarelo, gritando pelo retorno de um regime que não permitira protestos, para começo de conversa. Queria poder entender o que se passa na mente de quem não sente vergonha de vociferar contra a…

Ler mais

Nossos barcos não são os mesmos

Diz que estamos no mesmo barco, mas não usa máscaras, ou só as veste quando não é preciso. Acha que essa doença não mata, que sua vida ficará intacta depois disso, por causa da abundante prata que estufa seus cofres, que se espalha em malas encharcadas de sangue pobre. Julga-se nobre por oferecer migalhas, enquanto…

Ler mais