Como a escrita pode nos ajudar durante a pandemia

Ninguém esperava que este ano fosse assim, não é mesmo? Pandemia, isolamento, brigas entre quem acredita na ciência e quem desconfia que tudo não passa de uma conspiração. Eu não sei você, mas ultimamente sinto que tudo tem sido mais difícil de realizar, desde as tarefas mais básicas até as mais complexas. O cansaço toma…

Ler mais

Ser saudável em um mundo doente

Hoje é o Dia Mundial da Saúde. A data comemorativa foi instituída em 7 de abril de 1948, na primeira reunião da Organização Mundial da Saúde, ou World Health Organization. Desde então, muitas ações são realizadas neste dia para conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção, dos cuidados pessoais com o corpo e com…

Ler mais

Libertar-se

Ser livre, poder caminhar sem medo, pensar e falar sem meias palavras, sem melindres ou pudores. Ser como pássaro que migra, com destino certo porém sem calçadas, estradas, muros ou barreiras, apenas com asas que flutuam sem pressa. Migrar, para não perecer, e retornar com plumas renovadas. Ser o que a intuição inspira e deseja.…

Ler mais

Sem a natureza, somos nada

Em abril do ano passado, escrevi um zine dedicado ao tema da natureza. Nele, incluí alguns textos de reflexão e um poema-protesto sobre a realidade que presencio aqui onde vivo. Naquela época, a prefeitura da cidade onde moro parecia em uma cruzada contra as árvores, “suprimindo”, cortando, removendo e estraçalhando diversos espécimes em várias regiões…

Ler mais

Como não perder o sonho de vista (?)

Ah, o sonho… Quantos deles nascem, padecem e morrem dentro de nós ao longo do tempo em que estamos aqui na Terra? Eu pensei que seria fácil escrever sobre o sonho e sobre o que é necessário para mantê-lo vivo, respirando e sem dificuldades. No entanto, eu só consigo pensar no título desse texto como…

Ler mais

Meu universo paralelo

** Hoje, um poema nasceu, em um post no Facebook, regado a lágrimas e inseguranças. Talvez eu esteja um pouco emotiva demais após o retorno das férias, ou por saber de coisas duras e feias. Há em mim o desejo de mudança, dores de sonhos não realizados, vidas ainda por vir. Quero escrever mais poemas,…

Ler mais