O que o medo nos rouba

O medo é um grande ladrão de sonhos e planos. Nos puxa pelas pernas, nos prende ao chão com seus grilhões escuros e pegajosos. Faz morada e se prolifera em nossos corações e pensamentos, se alimenta de tudo o que é frágil e inocente. O medo nos rouba de nós, nos impede de viver em…

Ler mais

Sobrevivendo à ansiedade

* Esse é um post puramente confessional. Se você está sentindo que precisa de ajuda, procure sempre se consultar com um psicólogo ou psiquiatra. Cuide-se! Eu sempre me considerei uma pessoa calma. Quer dizer, tenho plena consciência de que sou explosiva, que posso defender meus argumentos de forma bastante enfática, dizer coisas sem pensar e,…

Ler mais

Feminismo: coisa de mulher

*Feminista: pessoa que acredita na igualdade política, social e econômica dos sexos.  Ser feminista, para mim, não é uma opção. É necessidade, é algo obrigatório. Essa é a certeza que tenho ao acordar todos os dias e perceber que, apesar de todos os avanços e conquistas das mulheres ao longo dos séculos, como o direito…

Ler mais

A extraordinária viagem da experiência humana

Ser uma humana é uma viagem muito louca. Olhe bem para você, para o seu corpo – o que leva as células que o compõem a se configurarem de tal maneira? Você poderia ser uma planta, mas você é… você! Encare seus próprios olhos de frente para o espelho, tente enxergar o abismo que é…

Ler mais

Leituras de Outubro – Adeus, zona de conforto!

Eu sei, a expressão zona de conforto é um clichê muito ultrapassado – e peço perdão por fazer uso desse lugar-comum assim, logo de cara. Porém, no caso das leituras desse mês, eu senti a necessidade de falar sobre uma tendência que é comum a muitas pessoas (se não a todas): o medo de arriscar. É…

Ler mais

Um livro em um mês – meu primeiro NaNoWriMo

Existem momentos na vida em que paramos e pensamos: por que ainda não fiz aquilo que sempre sonhei em fazer? Seja lá o que nos impeça – medo, falta de planejamento, falta de recursos – , parece que nossa atitude mais impulsiva e recorrente é conjugar os sonhos no tempo futuro. É como se, inconscientemente,…

Ler mais