Ano novo, ritos e recomeços

Esse não é um texto otimista. Não porque deixei de acreditar no futuro ou por ter perdido as esperanças. Pelo contrário: sou uma pessoa que crê nos frutos da ação, que nada mais é do que a fé combinada à atitude. Sem fé, nada é possível.  Dito isto, creio que posso seguir com as minhas reclamações…

Ler mais

Resgatando o prazer de ler histórias sensíveis

No início deste ano, resolvi não fazer resoluções. Nunca as cumpro. Costumam compôr uma lista que serve apenas para aliviar a minha ansiedade, ou trazer uma sensação de dever cumprido (o de fazer a tal lista, e não realmente riscar os itens nela como feitos). A grande surpresa da vida consiste em deixar nossos desejos…

Ler mais