Um pedaço de chão

Se você olhar bem, verá que o mundo todo é um jardim.– Frances Hodgson Burnett Semana passada, terminei de ler o livro O jardim secreto, da autora britânica Frances Hodgson Burnett, obra clássica da literatura juvenil inglesa. Embora seja mais voltado para o público jovem, acredito que essa é uma leitura adequada para pessoas de todas…

Ler mais

Leituras de Novembro – Uma viagem pela mente humana

Uma das características que mais me atraem na literatura é sua capacidade de nos transportar para dentro de outras vidas e, por consequência, para dentro de nós mesmos. Esse mergulho na alma de uma pessoa desconhecida – seja ela real ou não –  esse salto no escuro, é um grande fator transformador. Ao tomar conhecimento…

Ler mais

Leituras de Setembro – George Saunders, Rita Lee e Clarice Lispector + “O que é literatura?”

No mês passado, li muito menos do que gostaria. O tempo me engoliu com sua garganta faminta, os dias passaram num estalo e senti necessidade de me afastar das letras. Escrevi pouco, cumpri apenas as metas dos clubes de leitura dos quais participo e tive vergonha de mim mesma. Mas, como diria Rita Lee, “são…

Ler mais

Leituras de Agosto – Clássicos, best-sellers e reflexões sobre a dignidade

Esse post está um pouco atrasado, eu sei. Em agosto as leituras foram muito marcantes, por isso precisei de um tempo a mais para digeri-las. E nesse mês estou tão imersa no que estou lendo, que tive dificuldade de sair dos livros para criar minhas próprias palavras e histórias. Sigo firme e forte nas  metas…

Ler mais

Resgatando o prazer de ler histórias sensíveis

No início deste ano, resolvi não fazer resoluções. Nunca as cumpro. Costumam compôr uma lista que serve apenas para aliviar a minha ansiedade, ou trazer uma sensação de dever cumprido (o de fazer a tal lista, e não realmente riscar os itens nela como feitos). A grande surpresa da vida consiste em deixar nossos desejos…

Ler mais

A Arte de Ler

(…) o livro, esse pequeno móvel da inteligência, esse pequeno instrumento que põe em atividade nosso entendimento, esse motor do espírito que vem socorrer nossa preguiça e mais amiúde nossa insuficiência, e que nos dá o delicioso prazer de acreditar que pensamos, enquanto que talvez não pensemos em absoluto, é um amigo precioso e muito…

Ler mais