Antes da primavera

Manhã de setembro. A escritora se acomoda em sua cadeira não-tão favorita, ajusta a tela do computador e começa a contar uma história qualquer, sem era uma vez. Um ruído a traz para a realidade – alguém deve ter tropeçado e caído no andar de cima. Ela estica o pescoço e olha para a sala. O…

Ler mais