Vãs preocupações

A manhã me despertou com frio e susto. O gato, impaciente, subiu na cama e fez suas exigências. Fui até a cozinha no modo automático, enchi o pote de ração, pensei em tirar mais cinco minutos de soneca, mas tive medo de perder a hora. O computador já estava ligado muito antes do horário de…

Ler mais

Café da manhã

Acordo desistindo dos planos que fiz para hoje. Eu deveria ir ao MASP. Passear pela Avenida Paulista, admirar o cinza do céu da cidade da garoa, buscar inspiração no grito das ruas e nos ambientes culturais. Tomar um café, fotografar um café, fingir que sou feliz num café. Fazer de conta que férias é tempo…

Ler mais