Desejo de primavera

Ou: Uma oração contemplativa Queria ser como as pessoas que sorriem despreocupadamente, caminhando no parque às dez da manhã de uma quinta-feira. Queria ser como os animais, que desconhecem as tramas da sociedade humana e que confiam na natureza e na providência, sem se desesperar. Queria ser como uma borboleta, que, com muito esforço, e…

Ler mais

A esperança persiste

Dizem que a esperança é a última que morre, mas nem sempre foi assim para mim. Eu me prontificava a duvidar o tempo todo desse ditado popular como se não passasse de uma exagerada tentativa de confortar os pessimistas. Uma perda de tempo, um alento constantemente desfeito pela decepção. Havia em mim um excesso de…

Ler mais