Ideias feitas de coisas

Há alguns meses, iniciei uma especialização em escrita criativa pela plataforma Coursera. O programa de cursos é incrível, ministrado por professores-escritores-geniais da instituição estadunidense Wesleyan University, em inglês. (Juro que não é propaganda; aliás, seria ótimo se a Coursera me patrocinasse!) A cada semana de cada módulo tenho que escrever um texto diferente, em um…

Ler mais

Temos sorte

Estou vivendo uma inusitada sequência de dias. De alegria, plenitude, despreocupação. O coração palpita preguiçoso, o corpo dança na languidez do ócio, no ritmo daqueles que não têm obrigação de cumprir nenhum tipo de compromisso. Estou vivendo dias calmos. Um dia tranquilo, seguido de outro dia tranquilo, com mais sorrisos do que descontentamentos. Ao meu…

Ler mais

Autoajuda ou autoconhecimento?

Conhecer a si mesmo é um passo crucial para descobrir e entender qual é o seu papel no mundo. Quem sabe de seu propósito faz escolhas mais ponderadas, decide com mais firmeza o destino que deseja para si e quais planos e projetos fazem seu coração bater mais forte. Como resultado, quem se conhece tem…

Ler mais

Leituras de julho – Sentimentos, experiências e desdobramentos

No início do ano, retomei meu hábito de ler pelo menos dois livros por mês – a meta ideal seria um livro por semana, mas nem sempre é possível. Eu escolho os títulos sem preconceitos, porque tenho sentido uma necessidade enorme de expandir meus horizontes. Eu costumava evitar romances, dramas, livros muito densos – porque…

Ler mais

Culpa ou responsabilidade – o que você está sentindo?

Você sente que poderia fazer mais? Sente que deveria estar se dedicando com mais empenho a alguma atividade? Você acredita que alguma atitude sua prejudicou alguém ou infringiu alguma lei da sociedade ou algum valor que você cultiva? Se você respondeu sim a qualquer uma das perguntas acima, acredite: você não está só. Todo mundo,…

Ler mais