Literatura para salvar o mundo

A literatura não promete felicidade alguma — pelo menos não do tipo clássico, ou seja, o tipo imaginário — e não nos oferece garantias de finais felizes, nada disso. Ela nos amplia a vista de casa, nos mostra o outro — igual e diferente de nós — e exige que nos comparemos a ele, que…

Ler mais

Leituras de Outubro – Adeus, zona de conforto!

Eu sei, a expressão zona de conforto é um clichê muito ultrapassado – e peço perdão por fazer uso desse lugar-comum assim, logo de cara. Porém, no caso das leituras desse mês, eu senti a necessidade de falar sobre uma tendência que é comum a muitas pessoas (se não a todas): o medo de arriscar. É…

Ler mais

Leituras de Setembro – George Saunders, Rita Lee e Clarice Lispector + “O que é literatura?”

No mês passado, li muito menos do que gostaria. O tempo me engoliu com sua garganta faminta, os dias passaram num estalo e senti necessidade de me afastar das letras. Escrevi pouco, cumpri apenas as metas dos clubes de leitura dos quais participo e tive vergonha de mim mesma. Mas, como diria Rita Lee, “são…

Ler mais

Leituras de Agosto – Clássicos, best-sellers e reflexões sobre a dignidade

Esse post está um pouco atrasado, eu sei. Em agosto as leituras foram muito marcantes, por isso precisei de um tempo a mais para digeri-las. E nesse mês estou tão imersa no que estou lendo, que tive dificuldade de sair dos livros para criar minhas próprias palavras e histórias. Sigo firme e forte nas  metas…

Ler mais