Desdobramentos

Quem diria que chegaríamos tão longe, não é mesmo? Exatamente dentro de um mês, este blog completará cinco anos de existência. São muitas as coisas que eu gostaria de dizer, diversas epifanias, publicações e inúmeros frutos colhidos desde o início dessa jornada. Ao todo, foram 130 textos publicados desde o início. Era para ser muito…

Ler mais

Ideias feitas de coisas

Há alguns meses, iniciei uma especialização em escrita criativa pela plataforma Coursera. O programa de cursos é incrível, ministrado por professores-escritores-geniais da instituição estadunidense Wesleyan University, em inglês. (Juro que não é propaganda; aliás, seria ótimo se a Coursera me patrocinasse!) A cada semana de cada módulo tenho que escrever um texto diferente, em um…

Ler mais

Oito horas por dia

Noite. Descanso, restauração, antídoto para o cansaço do dia. As luzes se apagam, o sol foge de nós, a mãe nos cobre dos pés ao pescoço para afugentar o medo dos monstros. Noite é refúgio para o corpo e a mente, é o suspiro de alívio, olho de gato piscando na porta do quarto, colchão…

Ler mais

Libertar-se

Ser livre, poder caminhar sem medo, pensar e falar sem meias palavras, sem melindres ou pudores. Ser como pássaro que migra, com destino certo porém sem calçadas, estradas, muros ou barreiras, apenas com asas que flutuam sem pressa. Migrar, para não perecer, e retornar com plumas renovadas. Ser o que a intuição inspira e deseja.…

Ler mais

Meu universo paralelo

** Hoje, um poema nasceu, em um post no Facebook, regado a lágrimas e inseguranças. Talvez eu esteja um pouco emotiva demais após o retorno das férias, ou por saber de coisas duras e feias. Há em mim o desejo de mudança, dores de sonhos não realizados, vidas ainda por vir. Quero escrever mais poemas,…

Ler mais