Cardápio

Bupropiona no café da manhã
Duloxetina no jantar

Mato a fome de sono e sanidade
com um eventual clonazepam
debaixo da língua, conto até vinte
ou até trinta para funcionar de verdade.

Paz.
Tudo volta a brilhar.

Nos dias em que nada mais funciona, um kumbaya.

A cabeça flutua,
há dias em que não sei bem em que dia estou.

Lacunas que não se preenchem
receio, vazio, torpor.

Será que tudo isso é melhor que a dor?

Hoje, não tenho dúvidas.
Eu não seria capaz de atravessar esse período sem esse cardápio
de pílulas e gotas e doses e bulas.

Dois comprimidos ao acordar, como diz a prescrição
Uma cápsula uma hora antes de deitar,
dez gotas para acalmar a agitação.

Assim, sigo com o mínimo
de força e ânimo
para sair da cama, trabalhar e poder sobreviver.

Ter dinheiro para comprar os 400 reais em remédios
dos quais eu, decerto, não precisaria
se não me preocupasse, todos os dias
com o emprego, que posso perder
com a vida, que pode acabar
com o pão, que pode não crescer
com o bolo, que consegui estragar.

No cardápio de todos os dias
estou precisando incluir mais
alegria
harmonia
ousadia.

Bupropiona, duloxetina, clonazepam.
Quando as caixinhas acabarem, o que vou fazer?
Ir ao médico, nessa situação? Fora de cogitação.
Será que ele terá compaixão e deixará
a receita para mim na recepção?

Talvez não.
Serei, então, obrigada a recorrer à nova terapia
da panela
da cozinha
de sovar, com carinho e paciência,
a massa do pão, transformando
em alimento
toda preocupação.


Foto: Adam Nieścioruk via Unsplash

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.